21/12/2020 às 11h32min - Atualizada em 21/12/2020 às 15h13min

Turismo no Brasil busca retomada e empresas pretendem voltar a contratar

Empresários do setor acreditam em uma recuperação acentuada no pós-pandemia

DINO

Aos poucos, o setor de turismo está buscando retomar as atividades mesmo com um cenário incerto causado pela pandemia do novo coronavírus. Essa recuperação já se reflete em empregos, que voltam a ser gerados com a expectativa do crescente movimento da economia.

"O Brasil já está tendo não uma recuperação econômica; o país está tendo ‘a’ recuperação econômica com o turismo. Quem fala isso são os números. Somos hoje o país da América Latina que tem o maior potencial de crescimento e velocidade de retomada. O turismo tem um papel importantíssimo pra isso", afirmou o novo ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, em sua cerimônia de posse no dia 17 de dezembro. Segundo ele, as empresas de aviação registraram uma recuperação de 400% na malha aérea nos últimos meses.

O otimismo do ministro se alinha ao de alguns empresários do setor, como Paulo Zamboni, CEO da Amo Promo, detentora da Passagens Promo, Parceiros Promo e da plataforma Seguros Promo. A empresa descobriu em seus próprios funcionários a força para se reinventar. De agosto a dezembro, cerca de 40 pessoas foram admitidas na empresa, que ainda está com processo seletivo aberto. Há vagas para atendentes, atendente operacional e desenvolvedores.

"Quando as fronteiras foram fechadas, o turismo foi drasticamente afetado. Potenciais clientes desistiram da viagem dos sonhos e outros que já haviam comprado as passagens tiveram que reagendá-las. Como consequência, tivemos que reduzir o quadro de funcionários. Porém, hoje já recuperamos mais de 90% das vagas e temos novas oportunidades em aberto", conta Zamboni.

Com o lockdown estabelecido, um novo desafio teve de ser enfrentado: o home office. "Oferecemos aos nossos colaboradores toda a estrutura necessária e treinamento para se adaptarem à nova realidade. Mostramos para eles o quanto são importantes para nós e que, mesmo a distância, estávamos à disposição para auxiliar no que fosse preciso", analisa.

O formato de trabalho a distância e a reestruturação adotada pela Amo Promo revelaram talentos e habilidades que até então estavam escondidos. "A empresa foi reestruturada para adotar a ideia de colaboração e fomos surpreendidos com um espírito de união e engajamento da equipe, o que nos ajudou a reverter, em pouquíssimo tempo, o cenário", relata Zamboni. Com a redução da equipe, muitos colaboradores trocaram de posições e até mesmo absorveram novas responsabilidades.

Fernanda Lima, gerente de RH na Amo Promo, reconhece que, para alguns líderes, treinar pessoas é sinônimo de despesa e perda de tempo. Porém isso só ocorre quando não há foco e planejamento. "Treinamento é investimento; é aprimorar e desenvolver a equipe; é a nossa preocupação constantemente." Ela conta que na empresa há um levantamento comportamental que consiste em identificar as competências essenciais e específicas de cada membro. "Mapeamos conhecimentos, habilidades, interesses e, principalmente, motivações com o objetivo de trazer melhorias tanto para o aspecto profissional quanto pessoal. É nesse momento que vemos nascer novos líderes", enfatiza.

Esse é o caso da Geisiane Correa, que entrou para o grupo Amo Promo em 2018 como atendente de vendas na Seguros Promo. "Desde o primeiro momento na empresa, percebi que estava em uma organização que preza pelo bem-estar do clima organizacional e pelo crescimento profissional dos colaboradores. Com apenas quatro meses de empresa, depois de bater as metas estabelecidas, fui agraciada com uma viagem para Natal com direito a acompanhante. Isso me deu ainda mais energia e vontade para me dedicar", conta.

No momento em que a empresa mais precisou do espírito de liderança, Geisiane se destacou. "Vi que a empresa precisava de  mim e me dediquei. Hoje, estou feliz por mais uma conquista aqui ao assumir como supervisora de vendas da Seguros Promo", comemora Geisiane, que foi efetivada no novo posto no dia 1 de dezembro.

Graças a profissionais como Geisiane, hoje a Amo Promo já respira novos ares. "Investir em eficiência e produtividade se resume em melhorar os processos internos e disponibilizar as melhores tecnologias. A concorrência é intensa e é fundamental estar preparado para competir. Ter talentos bem preparados, com os melhores métodos e recursos, é a receita para o sucesso da Amo Promo", ressalta o CEO da empresa, Paulo Zamboni.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...