23/03/2019 às 17h57min - Atualizada em 23/03/2019 às 17h57min

Paquetá marca, mas seleção brasileira sofre 1º gol pós-Copa e tropeça no Panamá

Ig Esp.
A seleção brasileira enfrentou o Panamá neste sábado, na cidade do Porto, em Portugal, e tropeçou pela primeira vez após a Copa do Mundo: empate por 1 a 1 no amistoso realizado no Estádio do Dragão. 

 
Foi o primeiro gol que a seleção brasileira levou depois do Mundial na Rússia e, também, foi o primeiro gol que os panamenhos fizeram na equipe verde e amarela em toda história. Nos outros quatro duelos, quatro vitórias do Brasil, com 16 gols marcados e nenhum sofrido.
A preparação para Copa América segue na próxima terça-feira, no amistoso diante da República Tcheca, em Praga.
 
O técnico Tite resolveu observar alguns jogadores defensivos e escalou Ederson no gol, com Eder Militão e Miranda no miolo de zaga e Alex Teles e Fagner nas laterais esquerda e direita, respectivamente.
Sem o lesionado Neymar, o capitão da seleção foi Casemiro, enquanto Lucas Paquetá herdou a camisa 10 do craque do PSG. O meio de campo titular ainda teve Arthur. No ataque, o trio ofensivo foi formado por Philippe Coutinho, Richarlison e Roberto Firmino.
 
Como era de se esperar, o Brasil manteve a posse de bola a maior parte do tempo, ocupando o campo ofensivo e praticamente não dando chances para os panamenhos jogarem.
 
O primeiro lance mais agudo saiu aos 17 minutos, em cabeçada perigosa de Roberto Firmino para fora. Na sequência, Artuhur finalizou bem duas vezes da entrada da área, ambas passando à direita da meta do goleiro Mejía.
Aos 26, Firmino sofreu falta na meia lua da grande área, mas Philippe Coutinho bateu mal, por cima, perdendo grande oportunidade. 
 
De tanto insistir, saiu o gol brasileiro. Aos 31 minutos, Casemiro cruzou na segunda trave, Lucas Paquetá se antecipou à marcação e balançou as redes usando a perna esquerda, abrindo o placar. Primeiro gol dele com a camisa da seleção principal.
 
Quatro minutos mais tarde, o zagueiro Machado se aproveitou de desatenção da zaga do Brasil e empatou de cabeça. Vale ressaltar que o jogador do Panamá estava impedido no momento da batida de falta, mas o bandeirinha não viu.
O segundo tempo começou com os panamenhos se arriscando um pouco mais no ataque. Nas primeiras movimentações, o atacante Rodríguez acertou um belo chute rasteiro no canto, mas o goleiro Ederson foi buscar, fazendo excelente defesa.
No lance seguinte, Fagner cruzou e Richarlison finalizou de primeira, no travessão, chegando perto do segundo gol. 
Aos 15 minutos da etapa final, Tite colocou Everton Cebolinha e Gabriel Jesus nas vagas de Lucas Paquetá e Roberto Firmino. Um minuto antes de sair, Paquetá quase marcou outra vez, chutando nas mãos do goleiro adversário.
Casemiro, aos 27 minutos, exigiu boa defesa do goleiro Mejía em cobrança de falta. Depois, Fagner pegou sobra na entrada da área e chutou por cima, com perigo.
 
Com a entrada do meio-campista Felipe Anderson na vaga de Arthur, a seleção brasileira pressionou demais nos minutos finais, apostou muito nas bolas aéreas, mas não furou o bloqueio panamenho. Aos 49, o Panamá assustou Ederson e quase marcou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...